O guia de um diretor executivo para alcançar o equilíbrio entre a vida e o trabalho

Craig Malloy, Diretor Executivo da Lifesize
Data: 20 de março de 2018

Olá, pessoal, e bem-vindos de volta ao Lifesize Live!, o show ao vivo pela web produzido inteiramente por meio da plataforma Lifesize.

Eu sou seu apresentador, Julian Fields e comigo, de volta a pedido do público, temos Craig Malloy, entrando para a segunda rodada.

Olá, Julian.

Bem-vindo de volta.

Obrigado. É um prazer estar aqui.

Hoje, falaremos do equilíbrio entre vida e trabalho. Nós pensamos, "Quem melhor para falar disso do que pessoas notoriamente conhecidas por terem um ótimo equilíbrio entre vida e trabalho, como o diretor executivo"?

Às vezes, elas não têm um bom equilíbrio entre vida e trabalho, e isso é um problema também.

Bem, o seu equilíbrio entre vida e trabalho é o mais difícil, então, você pode nos dar boas informações sobre isso. Que importância você dá ao equilíbrio entre vida e trabalho?

Eu acho que é extremamente importante. Para mim, e eu acho que para vários diretores, você está pensando na empresa o tempo todo. Se eu estou acordado e não estou brincando com meus filhos ou fazendo algo com a minha família, eu estou pensando na empresa. Estou tomando um banho e pensando na empresa. Estou andando de bicicleta e pensando na empresa. Estou nadando e pensando na empresa. Não basta estar presente, você tem que desconectar o seu cérebro e se forçar a não pensar na empresa e estar presente com a sua família. Essa é provavelmente a coisa mais importante — não apenas a presença física, mas a presença mental — e é uma coisa difícil de fazer. Eu não faço isso com perfeição, mas, com 35 anos de experiência, acho que estou descobrindo o que funciona para mim e o que funciona para a minha família.

Bem, é interessante que você disse que pensa na empresa no chuveiro e como isso é involuntário. Acho que há muita criatividade que também pode vir disso. Provavelmente, há momentos em que a criatividade bate e você não está necessariamente no seu computador pensando "No que preciso trabalhar agora?"

Bem, nós estávamos de férias na semana passada no México em Punta Mita, e estávamos em uma casa com vista para a praia. Minha família foi até a praia, então eu consegui fazer algumas coisas para o trabalho, e você está certo — quando você está lá e você não está no escritório, isso realmente permite que você pense de maneira mais criativa. Você não está vendo todos os seus colegas de trabalho no escritório, que meio que lembram você de tarefas específicas que você precisa fazer, e isso realmente permite que você faça uma pausa e volte um pouco. Lembro que pensei, "Uau, eu deveria sair sozinho e pensar um pouco mais criativamente sobre isso."

Bem, eu acho que isso nos leva a um tópico interessante sobre o equilíbrio entre vida e trabalho: férias. O que você faz em um ambiente de férias que lhe permite equilibrar os dois?

Bem, acho que todo mundo tem que encontrar o que funciona para si. Para mim, eu sou um madrugador, então eu normalmente levanto cedo, faço café e, se estamos em um lugar legal, vou sentar lá fora e verificar meu e-mail por meia hora e trabalhar um pouco. Eu faço as coisas em que estava pensando e, então, quando a minha família acorda, já terminei. Eu encerrei o dia, a não ser que chegue algo urgente ou alguém me ligue ou envie mensagem, mas eu geralmente não verifico meu e-mail novamente até o dia seguinte. Assim, eu não me sinto tão por fora quando retorno, ou não penso que estou perdendo algo importante, e me sinto em paz para poder sair e desfrutar o meu dia de folga. Faço isso praticamente todos os dias — trabalho por pelo menos meia hora. Eu tento não agendar reuniões quando estou de férias, a menos que seja algo superimportante como um telefonema para angariação de fundos ou um investidor ou algum problema urgente de cliente. Mas eu tento trabalhar um pouco e depois me desligar pelo resto do dia.

E, assim, você fica a par do que se passa e, quando está fazendo kitesurf e pensando, consegue mergulhar nas ideias e coisas assim.

Surf de verdade, não kitesurf.

Entendi. Foi divertido?

Sim, foi ótimo. Foi bom.

Bem, e sobre o outro lado das férias? Você faz viagens de trabalho e obviamente isso é importante. Parece que quanto mais sênior você se torna, mais viagens tem que fazer.

Bem, para mim, minha empresa é uma empresa de comunicação de vídeo, então, eu consigo fazer um monte de coisas por videoconferência, o que é ótimo, mas às vezes você precisa aparecer pessoalmente. Em viagens de trabalho eu meio que estou o tempo todo conectado. Se eu estou sentado em um aeroporto, um hotel ou mesmo em um avião (que agora tem Wi-Fi), eu consigo fazer um monte de coisas, então, na verdade estou conectado praticamente o tempo todo. Eu tento falar com minha esposa e meus filhos todos os dias ou várias vezes por dia, mandando uma mensagem de texto ou fazendo uma chamada de vídeo à noite. Viajar a trabalho significa estar conectado o tempo todo. Outro ponto do equilíbrio entre vida e trabalho é pensar em meios de incorporá-lo a sua rotina diária. Você deixa o seu telefone ao lado da cama e verifica seu e-mail logo quando acorda? Eu deixo meu telefone na cozinha de propósito.

Parece uma boa dica.

Ele não entra no meu quarto, nunca vai para o andar de cima. Eu não olho o meu e-mail até começar a trabalhar de manhã. Quando estou em casa de manhã, eu só quero acordar, ver os meus filhos, ler as notícias e tomar café da manhã. Não quero ser constantemente bombardeado com trabalho — ter tempo pessoal de manhã deixa um espaço livre no seu cérebro. Particularmente, eu gosto de ler as notícias, como notícias sobre economia, notícias financeiras, notícias do mundo e várias fontes diferentes enquanto estou tomando o café da manhã porque, geralmente a essa hora, no verão meus filhos ainda estão dormindo e durante o ano letivo eles estão na escola.

Então, o importante é trabalhar enquanto as crianças estão dormindo.

Sim. Trabalhe enquanto as crianças estão dormindo e você nunca terá problemas.

Perfeito.

Na verdade, eu conheço caras cujas esposas trancam seus telefones no cofre do hotel para eles não conseguirem usar — eles não têm muito autocontrole. Então, eu tento ficar longe do meu telefone quando estou em casa e durante a semana sempre jantamos em família, então, eu tento chegar em casa por volta das 18:00, 18:30, o mais tardar.

Isso sem contar o tráfego.

E é por isso que não moro muito longe. Há uma razão para que o escritório seja neste local.

Dica número dois, more mais perto do escritório.

Já trabalhei em empregos onde eu levava uma hora e meia de deslocamento em cada trecho e isso é péssimo. Você está desistindo de três horas do seu dia — é horrível, não vale a pena. Então, de manhã, faço um trajeto de sete minutos e de tarde, um trajeto de 12 minutos.

Uma coisa que sempre dizemos sobre videoconferência é que ela dispensa o deslocamento para que você possa trabalhar em casa logo cedo e não tenha que enfrentar o tráfego.

Exatamente, e você provavelmente vai se sentir produtivo. Isso é um bom jeito de fazer isso. Então, quando chego em casa, eu tento fazer tudo que preciso naquele dia e, a menos que haja alguma emergência, eu não olho para meu e-mail ou meu telefone até a manhã seguinte. Para mim, é essencial passar esse tempo desligado. Eu preciso disso. Como diretor, se eu terminar o jantar e colocar meus filhos na cama às 9 da noite e eu estiver on-line, eu estarei trocando e-mails com a minha equipe—

Se você me enviar um e-mail, eu vou responder.

Sim, então, de repente, toda a empresa está trabalhando às 9 da noite e isso não é bom para ninguém.

Então, você define as expectativas dessa forma.

Sim. Porque eu acho que não é saudável apenas para mim, acho que isso define o tom para toda a empresa. Claro, há vezes em que muitas coisas estão acontecendo, um de nossos servidores cai, temos algum problema com um cliente e você tem que fazer o que é necessário naquele momento. Mas, em um dia normal de negócios, tento me desligar quando chego em casa. Eu tenho dois grupos de filhos: tenho três mais velhos de 24, 27 e 29 anos, e tenho dois mais jovens, de 12 e 10 anos. E não é que eu não tenha feito o melhor que pude, mas eu acho que provavelmente não estive tão presente como eu poderia com os mais velhos. Eu era mais jovem na minha carreira, trabalhava muito duro e não percebi como os filhos crescem depressa. Com os dois mais jovens, tenho consciência de que preciso estar muito mais presente. Porque as crianças crescem tão rápido, eu quero estar aqui; não quero perder isso. É importante para eles que eu esteja lá presente e seja um bom pai, e isso é importante para mim, não perder essa experiência. Acho que estou mais em sintonia com o equilíbrio entre vida e trabalho nos últimos 10 anos do que eu estive nos 20 primeiros.

Interessante. Bem, eu sei que nossa hora está acabando e eu queria lhe dar um último momento para algumas palavras finais de sabedoria para o empreendedor que está começando no que diz respeito ao equilíbrio entre vida e trabalho.

Sim, acho que são apenas duas coisas: esposa feliz, vida feliz. Acho que as pessoas já ouviram isso antes e é realmente verdade. E seus filhos crescem mais rápido do que você pensa, então, esteja presente.

Tenho um bebê de um mês de idade. Já está se erguendo. Então, sim, é verdade.

Em um instante eles estão indo para a faculdade. Esteja presente.

Bem, Craig, obrigado por voltar e se juntar a nós para a segunda rodada.

De nada.

Eu vou ter que trazer você de volta para outro tópico.

Obrigada, Julian.

Se alguém aí tem alguma dúvida, não se esqueça de perguntar no perfil @lifesizeHD no Twitter, Instagram, Facebook, todas as redes sociais, ficaremos felizes em entrar em contato com você. Enfim, obrigado a todos por se juntarem a nós. Até a próxima.