+ 1 512-347-9300

Como promover a cultura da empresa em equipes distribuídas

Casos mostram que empresas que possuem uma forte cultura positiva tendem a ter trabalhadores mais engajados e produtivos com menos absenteísmo e rotatividade de funcionários. No entanto, construir uma cultura corporativa forte com uma força de trabalho distribuída pode ser um desafio. Dado que as equipes distribuídas se comunicam e interagem dentro de ferramentas e aplicativos de comunicação digital, em vez de um espaço físico de escritório, vantagens de nível superficial, como uma sala de descanso totalmente abastecida, mesas de pingue-pongue e happy hours tradicionais não são suficientes. Em vez disso, as empresas precisam conceber e implementar rapidamente novas maneiras criativas de construir uma cultura corporativa forte e inclusiva que promova inovação, produtividade, crescimento e envolvimento dos funcionários em toda a força de trabalho distribuída.

5 estratégias para construir o manual da cultura da sua empresa

A cultura de uma empresa é um sistema de valores, crenças, expectativas e objetivos compartilhados que governa como os funcionários se comportam dentro de uma organização. Construir e manter uma cultura corporativa forte com funcionários internos já é bastante difícil. Ter uma cultura corporativa coesa em uma força de trabalho distribuída adiciona um novo conjunto de desafios. Mas com muita intenção e um pouco de criatividade, você pode construir uma cultura forte da empresa que impacta positivamente todos os funcionários. Aqui estão cinco estratégias para ajudá-lo a desenvolver seu manual de cultura da empresa.

Defina, comunique e viva os valores da sua empresa

O primeiro passo para criar uma cultura empresarial forte é identificar os valores centrais da sua empresa. Esses valores fundamentais guiarão a missão e a cultura de sua empresa. É importante comunicar continuamente esses valores a seus funcionários em todas as formas de comunicação em toda a empresa, em reuniões de equipe e durante sessões gerais para mantê-los em mente. Para ajudar a reforçar esses valores e criar uma cultura positiva, dê reconhecimento e prêmios especiais aos membros da equipe que exibem esses valores fundamentais em seu trabalho. Em última análise, porém, os valores da empresa são eficazes apenas quando os gerentes e líderes de equipe os vivem e os exibem diariamente. Definir valores fundamentais e, em seguida, fazer com que os líderes não os cumpram é pior do que não estabelecer os valores da empresa. Liderar pelo exemplo é fundamental.

Incorporar a cultura e os valores da empresa no processo de contratação e integração

Use os valores da sua empresa para orientar suas decisões de contratação. Articule claramente os valores centrais da sua empresa e a cultura existente para os candidatos e avalie se eles possuem esses valores e qualidades. BigCommerce, um provedor de plataforma de comércio eletrônico, categoriza os requisitos de trabalho em dois “baldes”, com o “balde 1” abrangendo as habilidades e a experiência necessárias para desempenhar a função de trabalho e o “balde 2” abrangendo atributos intangíveis que se alinham à cultura da empresa. decisões. Você já sabe que eles são inteligentes, mas eles escolheriam o caminho certo em uma pitada? Eles colocariam a equipe e a empresa à frente de si mesmos? Eles checariam seu ego na porta e mudariam de curso pelas razões certas? As pessoas do Balde 2 fazem quase todas as vezes.”– Robert Alvarez, Diretor Financeiro, BigCommerce

Contratar candidatos que se alinhem culturalmente com sua organização é tão crucial quanto contratar candidatos que correspondam ao conjunto de habilidades e experiência de trabalho necessários. Depois de encontrar um candidato que você considera um excelente ajuste cultural com o conjunto de habilidades certo, integre o novo contratado com os valores, a cultura e a missão da empresa em mente. Lembre-se de que cada funcionário representa sua marca, por isso é essencial que os novos funcionários se alinhem com a cultura e os valores da sua empresa o mais rápido possível.

Utilize ferramentas que combinem com a cultura da sua empresa e promovam a comunicação

Quando uma equipe distribuída colabora dentro de aplicativos em vez de dentro de um escritório, é importante que esses aplicativos e ferramentas correspondam à cultura da sua empresa. Se você está tentando criar um ambiente de trabalho agradável e casual, use aplicativos de bate-papo como Slack or Microsoft Teams. Essas ferramentas tornam a comunicação mais natural e também incluem recursos projetados para tornar a comunicação profissional mais pessoal, incluindo gifs, emojis e outras formas de expressão.

Você também desejará tornar o mais fácil possível para os membros de sua equipe remota se comunicarem cara a cara por meio de videoconferência. Essas reuniões ajudam a nutrir e desenvolver relacionamentos ao longo do tempo. Qualidade de vídeo realista do Lifesize ajuda a fazer parecer que você está na mesma sala com a pessoa na teleconferência e permite que você se conecte em um nível mais profundo, sendo capaz de ver e ouvir claramente os membros da sua equipe remota. Equipes distribuídas não serão eficazes se não se encontrarem cara a cara regularmente. Naturalmente, usamos videoconferência como padrão para reuniões que não podem ser realizadas pessoalmente, e descobrimos que preservar esse tempo de contato e colocar funcionários remotos 'na sala' ajuda bastante a mantê-los engajados com seus colegas. Os membros da equipe que participam de uma reunião por meio de vídeo e compartilhamento de conteúdo avançado, em vez de simplesmente uma conexão de voz, também são participantes e colaboradores mais ativos do diálogo.” — Gayle Wiley, Chief People Officer da Lifesize

Incentive bate-papos de “resfriador de água”

Muitos funcionários de escritório tradicionais estão acostumados a bate-papos “refrigerador de água” no local de trabalho que envolvem conversas improvisadas e informais sobre seus hobbies, interesses e vida pessoal. Essas conversas são inestimáveis ​​para promover relacionamentos mais colaborativos entre colegas. Assim como em um escritório físico, você deve incentivar oportunidades de vínculo semelhantes por meio de ferramentas de comunicação virtual. Você pode criar canais separados em ferramentas de bate-papo, como Slack e Microsoft Teams, para que os membros da equipe se conectem e tenham conversas casuais não relacionadas ao trabalho. UMA Slack #watercooler O canal é uma das formas mais populares pelas quais as empresas criam um espaço para conversas casuais entre colegas.

Você também pode usar os primeiros minutos de suas teleconferências 1:1 e em equipe para conversar com colegas de trabalho remotos e ter conversas casuais não relacionadas ao trabalho. Essa interação rápida e informal pode ter um impacto positivo na formação da equipe ao longo do tempo. Além disso, considere realizar videochamadas regulares de união da equipe e happy hours virtuais onde os membros da equipe podem conversar e interagir casualmente, falar sobre suas vidas, jogar ou compartilhar uma risada.

Abrace peculiaridades

Com uma força de trabalho distribuída, diferentes equipes desenvolverão seus próprios estilos exclusivos. Embora o objetivo seja estabelecer uma cultura e normas coesas abrangentes com base nos valores da empresa, cada equipe também deve poder desenvolver sua própria personalidade por meio de experiências compartilhadas e interações cotidianas. Essas subculturas são importantes para o envolvimento dos funcionários e ajudam os colegas de trabalho a confiar e se conectar com seus colegas de equipe. Não se preocupe com as pequenas diferenças. A longo prazo, essas diferenças tornarão sua empresa mais vibrante e ajudarão a construir uma cultura mais forte em suas equipes distribuídas.

Por que a cultura da empresa (especialmente para equipes remotas) é tão importante

Em seu livro best-seller sobre dinâmica no local de trabalho, Start with Why, autor Simon Sinek encapsula perfeitamente a importância da cultura da empresa: “Os clientes nunca vão amar uma empresa até que os funcionários a amem primeiro”. A cultura empresarial bem definida e positiva é inestimável para as empresas. Na verdade, um estudo de comportamento organizacional da Gallup mostrou que empresas com uma cultura empresarial resiliente tendem a ter trabalhadores mais engajados e produtivos com menos absenteísmo e rotatividade de funcionários. Também ajuda as organizações a alcançar uma eficácia significativamente maior em toda a empresa, melhor desempenho financeiro e uma maior taxa de satisfação do cliente.

Aqui estão os cinco principais benefícios de ter uma cultura corporativa forte e positiva.

Atrai os melhores talentos

De acordo com o Deloitte Insights, “As organizações que criam uma cultura definida por trabalho significativo, profundo envolvimento dos funcionários, adequação ao trabalho e à organização e liderança forte estão superando seus pares e provavelmente vencerão a concorrência na atração de melhores talentos”. Na verdade, 46% dos candidatos a emprego citam a cultura da empresa como muito importante ao escolher se candidatar a uma empresa. Os candidatos a emprego têm acesso a mídias sociais e sites de revisão por pares, como Glassdoor, onde eles podem ler avaliações de empresas escritas por funcionários. Um histórico de cultura ruim pode impedir que os melhores talentos procurem emprego em sua empresa, e é por isso que as principais empresas geralmente implementam sessões contínuas de feedback dos funcionários e entrevistas de saída para descobrir áreas de melhoria.

Aumenta a retenção de funcionários

estudo do Instituto do Trabalho mostrou que 27 em cada 100 funcionários dos EUA deixaram seus empregos voluntariamente em 2018. Isso representa um aumento de 8.3% desde 2017 e um aumento de 88% desde 2010. O Work Institute prevê que essa tendência pode resultar em uma taxa de rotatividade de 35% até 2023. A A força motriz por trás da alta rotatividade está diretamente relacionada à cultura da empresa. Casos mostram que os funcionários que não gostam da cultura de sua organização são 24% mais propensos a desistir. Perder funcionários é caro para uma empresa. Na média, estimativas sugerem que custa até US$ 10,000 substituir um funcionário que ganha US$ 50,000 por ano. Essa é uma das razões pelas quais ter uma cultura empresarial positiva e bem definida é tão importante. Um funcionário que está entusiasmado com seu trabalho e se sente inspirado pela cultura da empresa, pela missão e seus colegas de trabalho tem menos probabilidade de abandonar o navio para trabalhar para seu concorrente.

Melhora a reputação da marca

Sua cultura é sua marca. Em outras palavras, a grande cultura da empresa reverbera em todos os aspectos da sua organização. Ele não apenas sinaliza como você faz negócios, mas também determina como funcionários, clientes e prospects irão perceber você e suas prioridades. Além de atrair os melhores talentos e diminuir a rotatividade de funcionários, uma imagem de marca e uma reputação positivas aumentam o nível de confiança com os clientes existentes e fazem com que os clientes em potencial queiram fazer negócios com você. Isso é vital para o sucesso e crescimento de uma empresa. Na verdade, mais de 50% das organizações dizem a cultura corporativa influencia a lucratividade, o valor da empresa e as taxas de crescimento.

Melhora a produtividade geral

Uma ótima cultura de empresa aumenta a produtividade dentro de uma organização de várias maneiras. Primeiro, quando os funcionários estão satisfeitos com seus empregos e com a cultura da empresa, eles sempre aparecem para trabalhar e ficam menos doentes. Pesquisa mostra que funcionários infelizes tiram uma média de 15 dias a mais de doença por ano em comparação com funcionários felizes. Além disso, quando os funcionários gostam de seu trabalho, eles ficam mais confiantes em seu trabalho, se esforçam para dar 100% e incentivam seus colegas de equipe a fazer o mesmo. Essa pressão positiva entre os colegas de trabalho ajuda a produzir mais resultados para toda a equipe. Aaron Schmookler, cofundador da TheYesWorks, destaca que a alternativa também é verdadeira: “Todos nós já ouvimos falar de locais de trabalho onde uma nova pessoa entra em uma cultura de baixo desempenho e as pessoas lhe dizem: 'desacelere'. — Você está nos fazendo parecer mal. As culturas de alto desempenho têm pessoas que, em vez disso, dizem: 'Pegue. Você consegue.'"

Melhora a linha de fundo

Por fim, uma cultura empresarial forte dá à sua organização uma vantagem competitiva sustentável – maior lucratividade. Casos mostram consistentemente que, à medida que a cultura de uma organização melhora, o mesmo acontece com os resultados financeiros da empresa. Não é de surpreender que, com o tempo, a retenção de clientes aumente à medida que os parceiros de negócios de longa data se sentem à vontade com sua cultura e constroem relações de trabalho próximas com funcionários entusiasmados. Esses clientes fiéis se tornarão os evangelistas da sua marca e indicarão a sua empresa a outras pessoas, ajudando a reduzir os custos de aquisição de clientes e a rotatividade ao mesmo tempo.